Seguro residencial: Vale a pena?

O seguro residencial é uma das opções para quem tem um imóvel e precisa de segurança. Se isso é algo necessário para você, leia este artigo e saiba se esse tipo de seguro vale mesmo a pena.

Um dos maiores sonhos de muitos brasileiros é adquirir um carro ou comprar uma casa nova. Isso porque, um bem tem muitos valores empregados como a noção de estabilidade, segurança e investimento.

No entanto, algumas pessoas se preocupam apenas com o seguro do seu automóvel e esquecem de que o seguro residencial é tão importante quanto. O seguro residencial é fundamental principalmente para aquelas pessoas que são proprietárias de várias casas e precisam cuidar de todas elas.

Como não existe uma cultura para a contratação desse seguro, muitos acabam desconhecendo seus benefícios, que são muitos. Além disso, o custo benefício é grande para imóveis com alto risco de exposição.

Se você se interessou e quer saber quais benefícios mais você pode ter ao contratar um seguro residencial, listamos alguns.

Reconstrução da moradia

Nos casos em que a residência foi danificada ou destruída por explosão, incêndio, etc, o seguro residencial fica responsável por pagar o reparo.

Para saber se você tem direito a esse benefício, converse com o seu consultor e saiba se em seu contrato existe a possibilidade de reconstrução ou reparo.

Reposição de bens pessoais

Esse é outro benefício do seguro residencial. Caso seus pertences, sejam eles roupas, móveis, itens pessoais ou equipamentos eletrônicos, tenham sido destruídos pelo fogo, o seu seguro poderá cobrir.

Portanto, você será ressarcido de acordo com os bens que você perdeu. Por isso, é importante que você faça um inventário de tudo o que você tiver em casa, antes de contratar o seguro.

Essas são as principais vantagens de contratar um seguro residencial. Em resumo, é importante que você leia o seu contrato e veja quais são os principais itens listados.

Conheça o empréstimo com maquininha e suas vantagens

O empréstimo com maquininha de cartão é uma novidade para as pessoas que possuem máquina de cartão em seu estabelecimento e estão à procura de um empréstimo.

Uma boa opção para quem está começando seu negócio, e tem poucos recursos para investir. O empréstimo com maquininha de cartão pode ser facilmente contratado, todo processo desde o pedido até o envio e avaliação dos documentos necessários pode ser feito online é não é necessário ter uma conta bancária para contratação desse empréstimo.

O primeiro passo para contratar o empréstimo com maquininha é ter em seu estabelecimento uma maquina de cartão da PagSeguro ou do Mercado Pago, que são as empresas que oferecem atualmente essa modalidade de empréstimo sem que seja necessário a abertura de uma conta em banco.

Cada uma dessas empresas possui sua própria regulamentação para a contratação de empréstimo com maquininha de cartão. Na PagSeguro o empréstimo é oferecido através da PagSeguro Capital e é necessário ter uma de suas maquininhas ativas com faturamento acima de R$ 300,00 por no mínimo 6 meses. O valor máximo do empréstimo que poderá ser adquirido será calculado por eles de acordo com o faturamento mensal de sua máquina de cartão.

Para contratar o empréstimo com maquininha através do Mercado Pago a regulamentação é um pouco diferente. É necessário também ter uma de suas máquinas de cartão ativas, mas o faturamento mínimo para pedido de empréstimo é de R$ 100,00 nos últimos três meses. O valor do empréstimo que poderá ser realizado também é calculado por eles sobre seu faturamento mensal. Os valores oferecidos podem variar de R$ 100,00 à R$ 50.000.

Ambas as empresas possuem uma taxa de juros de 2,99% ao mês para contratação dos seus empréstimos, e a facilidade de após a finalização do contrato receber o valor solicitado na mesma conta virtual que recebe o faturamento de sua máquina de cartão, sem se preocupar em ir à agências bancárias em nenhuma etapa do processo.

Empréstimo para autônomos: Conheça o empréstimo para autônomos

As pessoas que possuem um trabalho, mas não tem nenhum vínculo formal com uma empresa, como, por exemplo, um contrato de trabalho ou o registro na carteira, são chamadas de autônomos. Esses profissionais podem fazer a prestação de serviços com certa frequência, ou até mesmo, ocasionalmente para uma ou várias empresas. Por esses motivos, os autônomos não possuem holerites ou documentos emitidos pela empresa que prestam serviços que faça a comprovação do recebimento de pagamento. Isso acontece, pois, os valores são variáveis e não são fixos e pré-estabelecidos.

Quando uma pessoa que trabalha como autônomo necessita de crédito, a situação é de certa forma complicada, pois, as instituições financeiras tem receio para oferecer empréstimo para autônomos. A comprovação de renda é um fator decisivo para aprovação do crédito e as instituições são muito exigentes, elas precisam ter uma garantia que a pessoa tenha um recebimento fixo para conseguir arcar com as parcelas do empréstimo.

A linha de empréstimo para autônomos está começando a surgir no mercado de crédito, afinal, com a mudança da economia, muitas pessoas passaram a trabalhar dessa forma.

Modalidades de empréstimo para autônomos

Com o surgimento do Empréstimo para Autônomos, o crédito para essa parcela da população pode ser oferecido nas seguintes modalidades:

  • Cheque especial;
  • Empréstimo pessoal;
  • Empréstimo com garantia de imóvel;
  • Empréstimo com garantia de automóvel;
  • Microcrédito.

Como fazer a comprovação de renda ao solicitar empréstimo para autônomos?

O trabalhador autônomo não tem holerite ou contracheque, então, precisa ter uma outra forma para realizar a comprovação de renda, e entre elas, ele pode utilizar as seguintes:

  • Extrato bancário de pelo menos seis meses;
  • Imposto de renda;
  • Contratos e recibos.

Dessa forma, com a comprovação de um rendimento mensal fica mais fácil solicitar empréstimo para autônomos e assim demonstrar que é possível arcar com os pagamentos mensais das parcelas.

Quando os dentinhos de leite começam a nascer?

Justo quando você pensava que tinha uma boa rotina e até mesmo alguma semelhança de uma boa noite de sono, um pequeno e ínfimo dentinho começa a sair debaixo da superfície das gengivas do seu bebê – desencadeando o tipo de desordem descomunal que faz até adultos chorarem (ou pelo menos algo próximo disso). E você não pode deixar de pensar que talvez seja por isso que os dentistas refere-se a dentes de leite como “em erupção”.

Quando o bebê começa a primeira dentição ele pode ficar irritado e chorão. Dormir é muitas vezes uma luta, mesmo que ele tenha dormido bem no passado. Infelizmente, é um processo que pode durar até um ano. 

Isso porque os primeiros dentes dos bebês geralmente começam a surgir por volta dos 4 a 6 meses de idade, mas essa fase também pode chegar até aos 12 meses.

Felizmente, existem opções para ajudar a aliviar a dor. Desde os remédios que podem ser comprados na farmácia até os remédios naturais, há muitas opções – e uma delas trará algum alívio para o bebê e o resto da família também. Mesmo que seja apenas por alguns minutos tranquilos.

Como identificar os sintomas do nascimento dos dentinhos

Bebês choram e por diversos motivos, então é muito importante estar atento aos sinais de que o bebê está realmente sofrendo com a erupção dos dentinhos de leite.

Obviamente, isso nem sempre é fácil, já que o choro do bebê pode significar muitas coisas, desde cólicas, fome, fralda suja até gengivas doloridas por conta do nascimento dos dentinhos de leite.

Mas há alguns sinais de que, quando em conjunto, podem apontar para a dentição. Esses sinais de dentição incluem:

  • Babar mais do que o habitual
  • Chupar ou mastigar as mãos
  • Gengivas inflamadas
  • Irritabilidade e desconforto
  • Perda de apetite
  • Distúrbios do sono
  • Uma febre baixa
  • Diarréia

Se você notar mais do que 4 sinais desses em conjunto fique atenta que tem dentinho vindo por aí.

Já se você notar que os dentes estão aparecendo sem nenhum sintoma de dentição, não se preocupe. Não há nada de errado com o bebê. Algumas poucas crianças, com mamães felizardas, simplesmente não têm sinais de desconforto e assim mesmo os dentinhos apontam e nascem normalmente.

Febre

Uma temperatura ligeiramente elevada está entre os principais sintomas iniciais, e os médicos não sabem ao certo por que isso acontece. No entanto, se a temperatura do bebê ultrapassar os 38 graus, ligue para o pediatra, especialmente se ela durar mais de um dia ou dois. Nesse caso, a febre provavelmente não se deve à dentição, mas a algo mais, como uma infecção no ouvido ou uma virose.

Remédios para dentição

A única coisa pior do que sofrer de dor de dente é ver o bebê sofrendo com isso – e isso pode fazer com que você corra até a drogaria para comprar todos os produtos de alívio que você puder encontrar. 

Mas a realidade é que nem tudo que é recomendado como remédio para os dentes é realmente bom para o bebê e é por isso que é importante entender como acalmar a gengiva com segurança. 

Remédios naturais para dentição

Remédios naturais de dentição (aqueles que não envolvem a ingestão de qualquer medicamento) devem ser o seu primeiro tratamento. Os bebês geralmente gostam de chupar as coisas quando os dentinhos estão nascendo, muitos desses melhores remédios para dentição são aqueles que o bebê pode mastigar:

  • Mordedores:Estes podem ser colocados na geladeira ou no freezer e retirados para o bebê quando ele precisar deles. Também existem outros tipos de mordedores feitos de borracha natural e que são excelentes para essa fase.
  • Colar de dentição: São a novidade do pedaço. Chamadas de jóias de dentição são pulseiras ou colares mordedores usados pelas mães e feitos de silicone para que o bebê possa morder enquanto está no colo de sua mamãe.
  • Colar de âmbar: Outro queridinho do momento é o colar de âmbar báltico. O âmbar é uma resina vegetal que se tornou fóssil há aproximadamente 50 milhões de anos, sendo encontrada principalmente na região dos Bálticos.  Tranquiliza e alivia os sintomas de desconforto; reduz os processos inflamatórios de gengiva, garganta e ouvidos; é um calmante natural e melhora o sistema imunológico, promovendo recuperação mais rápida de gripes e febres.
  • Um pano úmidoAssim como os brinquedos, coloque-os na geladeira ou no freezer e coloque na gengiva do bebê com cuidado.
  • Chupeta: Apesar de ser a vilã dos dentistas, bebês que já usam a chupeta podem se sentir calmos e aliviados quando estão com ela em uso.

O que fazer quando o nascimento dos dentinhos está afetando o sono do bebê

O nascimento da primeira dentição é um processo longo – dois a três anos – e a experiência varia de criança para criança. Alguns bebês são muito sensíveis, enquanto outros seguem dente após dente, sem qualquer evidência de dor e sofrimento.

Para um bebê sensível, normalmente o período de dentição mais doloroso dura de dois a três dias. Durante esse tempo, deixe o bebê mais confortável. Durante o dia, mordedores e o colar de âmbar são úteis e ajudam no processo. 

Para a noite, os especialistas em sono recomendam considerar a medicação.
Na maioria dos casos, bebês com mais de 6 meses podem tomar acetaminofeno ou ibuprofeno para dor e febre baixa que podem resultar da dentição. Fale com o seu pediatra para obter a dose certa e recomendada para o tamanho e peso do seu filho.

Se você decidir usar um analgésico, dê cerca de 15 minutos antes de dormir, então, se o bebê acordar à noite e se mostrar desconfortável, você pode lhe dar outra dose se pelo menos 6 a 8 horas se passaram desde a hora de dormir. 

Mantenha essas visitas noturnas o mais silenciosas e desinteressantes possíveis. E se o bebê ficar inconsolável à noite, faça o que for preciso para fazê-lo se sentir melhor. O bebê naturalmente voltará a sua rotina de sono depois que esse período de dentição intenso passar.

A dor deve diminuir em alguns dias. Mas, como sempre, confie nos seus instintos. Cada criança é diferente e você conhece melhor seu bebê do que qualquer outro profissional.

Deixe um comentário de como foi ou está sendo essa fase na sua casa e compartilhe esse artigo em suas redes sociais para ajudar outras mamães.

Sou Marília Tannuri Verni – Mãe de 2 meninos (Ian – 12 anos e Lorenzo – 5 anos), publicitária, idealizadora do portal Grávida em Campinas e proprietária da loja infantil on line Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

salao

Como abrir seu próprio salão de beleza com facilidade

estética e saúde

Você já sonhou em ser seu próprio patrão abrindo um salão de beleza ?

Então deixe-me dizer-lhe que este é um dos negócios mais rentáveis hoje na América Latina e Espanha.

As garotas investem grandes quantias de dinheiro em salões de beleza para serem bonitas. E é por isso que a indústria da beleza é um dos setores que continua crescendo apesar da crise econômica.Hoje vou mostrar quais são os primeiros passos para começar este negócio.

Serviços básicos que você deve oferecer em seu salão de beleza

Nos salões de beleza são oferecidos diversos serviços de diferentes tipos, mas antes de abrir o seu você deve saber que os tratamentos básicos que você deve oferecer para ter uma boa clientela são:

-corta o cabelo
-Todos os tipos de penteados (modernos e mais tradicionais)
-Limpeza facial
-Esfoliações
-Aplicação de corantes
-Depilação
-Manicure e pedicure
-Unhas de acrílico e gel (muito na moda agora)

Tenha em mente que alguns desses serviços exigem um profissional mais especializado do que um simples cabeleireiro ou esteticista, então escolha a equipe que você contrata para cada função.

O lugar : onde colocá-lo e seu tamanho

Colocar seu centro estético em uma boa rua é essencial para você ter sucesso. Seus clientes serão principalmente senhoras, então você pode considerar um local perto de uma área onde há muitos escritórios.

Assim, você terá acesso a um grande mercado de mulheres que trabalham nesses escritórios, que precisam sempre ter uma excelente presença e com um bom poder aquisitivo.

Certifique-se de que o local tenha uma boa área de estacionamento para o conforto de seus clientes.

Escolha um local que se ajuste em tamanho a todos os serviços que você vai oferecer, mas também certifique-se de inserir seu orçamento para o mês para pagar o aluguel por ele.

O mobiliário e o equipamento necessário

salao

É essencial que todos os centros estéticos possuam estações de trabalho compostas por um espelho, uma cadeira reclinável e uma boa iluminação, equipadas com todas as ferramentas necessárias para que cada estilista possa trabalhar confortavelmente .

Mas além disso, seu salão de beleza deve ter:

-Um contador para receber clientes
-macas depilatório
-Uma caixa registradora
-Cadeiras de espera com pequenas mesas onde deixar revistas
-Lava cabeça e secadores
-Prateleiras e displays de produtos que você vende
-Telefones para participar de compromissos

Legalize seus negócios
A coisa mais chata de começar um negócio é toda a documentação, licenças, procedimentos que você terá que realizar. Mas lembre-se de que isso é muito importante para gerenciar bem o seu negócio e evitar problemas legais no futuro.

Esteja bem informado nos vários departamentos de sua cidade sobre todo o processo, e peça a amigos ou conhecidos que tenham negócios semelhantes ao seu salão de beleza .

Planeje seu dinheiro

Crie um orçamento inicial
Examine e detalhe o valor total do dinheiro inicial que você precisará. Coloque tudo que você precisa neste orçamento, como móveis, aluguel, os produtos para usar, o salário de seus funcionários e seu próprio …

Se tudo isso sair um pouco do seu orçamento, tente ajustá-lo eliminando algumas coisas que não são necessárias. Ou olhe para opções de empréstimos em dinheiro em bancos, investidores …

Algumas estratégias para o sucesso

Use certas estratégias que ajudarão sua empresa a se destacar acima de outros salões de beleza , como:

Oferta um dia por semana com desconto em cortes
Outro dia, ofereça desconto em corantes ou mechas
Oferecer cartões de pontos (quando você alcança certos pontos, dê um corte livre)
Tenha pacotes de serviços (manicure + pedicure, wash + cut + penteado + corante)
Presentes para clientes frequentes em ocasiões como aniversários, Natal …
Crie um site e redes sociais para oferecer descontos exclusivos para esses clientes
Tem um software de gerenciamento

Samsung Galaxy J5 contra o Galaxy J7

Nesta oportunidade, temos duas equipes de médio porte , o Samsung Galaxy J5 contra o Galaxy J7. Entre as características dessas equipes, podemos ver que o J5 tem mais pontos a favor do que contra, já que parece que o J7 atualizado, mas a um preço menor, acaba sendo um excelente investimento para o usuário médio.

No entanto, nem todo mundo procura uma tela como a do J5 com seus 5 polegadas ou uma bateria com menos capacidade . Há pessoas que dão mais importância a outros benefícios. Vamos mais fundo, então suas semelhanças e diferenças são apresentadas.

Samsung Galaxy J5 contra o Galaxy J7, hardware

O Samsung Galaxy J5 combina um 4 – core Qualcomm Snapdragon 410 MSM8916 marcar um secuenia 1,2 Ghz, em comparação com o Galaxy J7 tendo uma 8 – núcleo Snapdragon 615. Embora este celular incorpore um processador mais potente, ele fica aquém em termos de armazenamento para isso, já que ambos os computadores possuem uma RAM de 1,5 GB, ROM de 16 GB expansível para 128 GB e roda com Android 5.1.

Design diferente

O Samsung Galaxy J5 tem dimensões de 142,1 mm de altura, 71,8 mm de largura e cerca de 7,9 mm de espessura com um peso de 146 gramas. Ao contrário, seu companheiro J7 que tem dimensões maiores , 152,2 x 78,7 x 7,5 mm e com um peso de 171 gramas.

Telas de LCD TFT

exibição de ambos os dispositivos é do tipo LCD TFT de 24 bits , no entanto, em termos de resolução e dimensão, eles são um pouco diferentes. O Samsung Galaxy J5 é de 5 polegadas, mede 12,7 cm de tela e tem uma relação com o chassi de cerca de 67,5%, com resolução de 1280 × 720 e densidade de 294 PP.

Enquanto isso, o J7 tem uma tela maior de cerca de 5, 5 polegadas , 14 cm, com 1280 × 720 e cerca de 267 PPP. Portanto, se você quiser priorizar a qualidade e nitidez da tela, o Samsung Galaxy J5 é melhor . Mas se você quiser uma exibição maior, você pode ir para o seu parceiro.

Câmera poderosa

O Samsung Galaxy J5 e o J7 têm uma câmera traseira de 13 megapixels , com uma abertura de f / 1.9 e uma gravação de 1080p / 30fps . Com esta câmera você pode obter fotos com uma resolução de 4128 × 3096. Enquanto isso, a câmara secundária é de cerca de 5 MP.

Bateria removível

O J5 tem uma bateria Li-Ion de 2600 mAh removível, com um intervalo de 18 horas em conversação e cerca de 64 horas em reprodução de música. Em contrapartida, o J7 possui uma bateria mais potente , Li-Ion 3000 mAh , removível e com maior autonomia.

Redes, conectividade e mais

Ambas as equipes apoiadas bandas LTE B1 / B3 / B5 / B7 / B8 / B20, GPRS, EDGE, Wi-Fi b, g, n, Wi – Fi hotspot, Wi-Fi Direct, Bluetooth 4.1 A2DP, NFC, microUSB, micro SIM, rádio FM , fones de ouvido com conector de 3,5 mm e GPS com A-GPS e GLONASS . Portanto, os dois computadores têm conectividade semelhante.

Agora é a sua vez de escolher, qual equipamento você prefere para o seu bolso?

Fonte: https://assistenciatecnicasp.com/

Afterlight 2 para iOS

Se você está procurando uma ótima experiência na edição de fotos do seu iPhone, você não pode perder uma aplicação poderosa e completa chamada Afterlight 2 . É um excelente aplicativo que oferece a loja da Apple para que você possa obter ótimos resultados ao editar suas fotos, não perca.

A aplicação Afterlight 2 é uma nova versão do original, mas desta vez foi relançada e redesenhada de uma forma muito cuidadosa, adicionando novas funcionalidades que irão fasciná-lo quando editar as suas imagens. Em seguida, descrevemos as novidades que este novo aplicativo incorpora.

O Afterlight 2 permitirá que você seja criativo e inspirador com uma excelente lista de fontes selecionadas e, ao mesmo tempo, adicione designs que podem ser criados por nós mesmos. Ao mesmo tempo, você terá opções ilimitadas de cores, camadas e muito mais.

Com relação às novas ferramentas que o Afterlight 2 incorpora, você encontrará tons, saturação seletiva, curvas, clareza, tons e muito mais, que permitirão obter mais de todas as suas fotos.

Se você gosta dos filtros , você encontrará uma lista de grande qualidade que será atualizada regularmente e eles também podem ser personalizados para que você possa adaptá-los perfeitamente às suas necessidades ou até mesmo criar os seus e mesclá-los.

Se você gosta de misturar imagens ou combiná-las, existe uma excelente opção chamada dupla exposição que lhe permitirá criar combinações únicas de suas imagens e assim obter resultados incríveis com elas.

No momento da edição de uma fotografia, queremos que ela seja perfeita e não queremos deixar nenhuma imperfeição que possa arruinar a imagem, portanto, você terá a possibilidade de desfazer ou refazer qualquer ação a qualquer momento durante a edição.

Se você é uma pessoa detalhe e não quer que suas edições têm detalhes, a opção de zoom de qualidade total ajudará você a usar gestos multitoque para fazer zoom em e detalhes finos e editar a imagem com alta precisão sem perder qualidade.

É realmente uma proposta interessante se você gosta de editar imagens. Não perca a oportunidade de adquirir o Afterlight 2 para iOSAlém de ser uma ótima ferramenta, deve-se notar que não há assinaturas ou compras dentro do aplicativo, o que significa que cada atualização é gratuita. Não pare de usá-lo, você amará os resultados que conseguirá com ele.

Direito ao PIS – Como saber se tenho direito ao PIS

Saber se tem direito ao PIS é algo importante, e você vai conferir porque em nosso artigo de hoje vamos te explicar como isso pode ser feito.

 O PIS / PASEP (Programa de integração social e formação do patrimônio do servidor público) é um programa do governo que vai ter como objetivo dar benefícios a empregados da iniciativa privada e pública. Ao mesmo tempo vai prover recursos para projetos de desenvolvimento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O que queremos dizer com isso é que as empresas jurídicas pagam o PIS / PASEP através de contribuições tributárias que vão ser alocadas no fundo de amparo ao trabalhador. Esse fundo vai financiar os benefícios sociais, como abono salarial e seguro desemprego.

Todos os trabalhadores que trabalham sobre as leis trabalhistas (CLT) ou os servidores públicos, estão inscritos e portanto, se cumprirem outros requisitos tem direito ao PIS.

 

Quem tem direito ao PIS?

 O PIS é benefício em forma de dinheiro, que vai poder ser sacado pelos trabalhadores da iniciativa privada anualmente. Mas nem todos que estão cadastrados tem direito ao PIS.

 Para ter direito ao saque do valor é necessário:

  • O trabalhador deve estar cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos, ou seja, o trabalhador deve ter a carteira assinada por no mínimo esse período de tempo;
  • Durante esse ano o trabalho não vai poder ter recebido mais que dois salários mínimos (cerca de R$ 1908,00);
  • O trabalhador deve ter trabalhado por pelo menos 30 dias do ano anterior.

Como receber quando eu tiver direito ao PIS?

 Os trabalhadores da iniciativa privada que tem direito ao PIS recebem o valor pela caixa econômica federal, isso pode ser visto através de um calendário anual.

Para isso é preciso consultar o PIS para verificar se o pagamento já está liberado.

  • Caso você tenha o cartão de cidadão pode sacar o PIS diretamente em um caixa eletrônico ou em um casa lotérica;
  • Se ainda não tem o cartão da Caixa de cidadão, deve então procurar uma agência da caixa e apresentar algum documento de identificação válido;
  • Se caso a pessoa for correntista da caixa ela pode receber o PIS diretamente em sua conta.

Tenho direito ao PIS e agora quanto vou o receber?

 O valor do abono salarial é de até 1 salário mínimo, ou seja, R$ 998,00. O valor real vai depender do tempo trabalhado pela pessoa no ano anterior.

Houve uma lei de 2015 que alterou os valores dos pagamentos. Agora o valor é proporcional ao tempo de serviço do ano base, dessa forma, casa mês trabalhado vai equivaler a 1/12 do valor do salário mínimo vigente.

A tabela para quem tem direito ao PIS atualizada para o ano de 2018 ficou da seguinte forma:

  • Meses trabalhados de 30 a 44 0 valor é de R$ 80,00;
  • Meses trabalhados de 45 a 74 o valor é de R$ 159,00.

Como normalmente é em janeiro de cada ano que o salário mínimo costuma mudar temos uma atualização nesses valores.

Calendário do PIS

 O pagamento para quem tem direito ao PIS vai ser feito de acordo com um calendário anual, por isso é preciso esperar de acordo com esse calendário.

Quem tem direito ao PIS precisa estar muito atento em relação as datas, isso porque os benefícios que não forem sacados até 30 de Junho vão ficar indisponíveis.

O calendário vai ser de acordo com o mês que o trabalhador nasceu, por exemplo, quem nasce em Janeiro vai receber em um mês diferente de quem nasceu em Maio.

O calendário é atualizado todos os anos no mês de Junho, os pagamentos vão começar em Julho, e terminar em Junho do próximo ano.

Como consultar o PIS?

 É possível consultar o PIS pela internet, assim como saber o valor, se tem direito ao PIS, quando ele vai estar disponível e outras informações. Tudo isso sem precisar sair de casa.

Se você gostou de conferir as informações do nosso artigo de hoje relacionadas ao PIS continue em nosso site para conferir muito mais!

Saiba Mais Sobre A Reforma Da Previdência Social

A Reforma da Previdência Social tem dado o que falar: desde o governo anterior, havia uma preocupação em relação à previdência, já que se continuar com as diretrizes atuais, nos próximos anos as pessoas não conseguirão mais aposentar e com a expectativa de vida cada vez mais alta, se tornará impossível mantê-la.

Com uma necessidade cada vez maior de uma reforma, qual será o impacto dela na minha e sua vida? Quais as alternativas para aposentar com mais tranquilidade? Quais os tipos de benefícios que poderão ser uma opção para viver uma velhice sem a garantia de uma aposentadoria que pode não vir tão cedo? Saiba mais sobre a Reforma da Previdência agora.

Previdência Social

A previdência nada mais é que a previsão de um futuro, e no caso do Brasil, ela nomeia um benefício do governo federal a todos trabalhadores de carteira assinada, ou que contribuíram durante um determinado tempo para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Este benefício visa conceder uma aposentadoria, ou seja, um valor mensal correspondente ao tempo de contribuição e que visa dar o direito a uma velhice mais tranquila financeiramente. O Brasil é um dos poucos países que concede esse benefício e os valores mínimos atuais da aposentadoria é de R$ 1.006,00.

O Que É A Reforma Da Previdência

A Reforma da Previdência já tramita no governo desde os governos passados, pelo menos nos últimos 10 anos, ganhando mais atenção nos últimos 5 anos. A Reforma da Previdência se faz necessária, pois segundo especialistas, se as aposentadorias continuarem a ser concedidas pela atual norma, em pouco mais de 5 anos, não será possível conceder mais nenhum benefício, pois o sistema não terá mais condições de sustentar-se sozinho.

Com o aumento da expectativa de vida, do salário mínimo, de benefícios como pensões e da corrupção no setor previdenciário. Além disso, é uma tendência mundial, já que as pessoas estão vivendo mais e com melhor qualidade de vida, se fazendo necessário que o tempo de contribuição e idade sejam mais longos para acompanhar essa tendência.

Quais As Mudanças Que A Reforma Da Previdência Estabelece?

Atualmente, mulheres se aposentam com 60 anos e homens com 65, com no mínimo de tempo de contribuição de 15 anos. Segundo a nova regra, mulheres deverão se aposentar apenas com 62 e homens continuam com 65, porém o tempo de contribuição sobe para 20 anos.

Atualmente, uma pessoa que contribuiu 20 anos e tem 65 anos de idade, com uma média salarial na 2.200 reais, receberá até 90% disso nos cálculos do INSS, se aposentando relativamente bem. Mas na nova regra, essa mesma situação faria o trabalhador perder mais de 800 reais, ou seja, 60% a menos em seus ganhos.

Caso um trabalhador hoje queira receber 100% do que ganha atualmente, teria que trabalhar no mínimo o dobro do tempo, ou seja, 40 anos. Quanto mais a pessoa ganha, mais perderá na aposentadoria final quando precisar. Na análise, apenas pessoas que sempre tiveram salários baixos e contribuíram com o mínimo não sentirão grandes Efeitos.

Quem Já Está Aposentado Será Afetado Pelas Novas Regras?

Não, quem já está aposentado ou já deu entrada em sua aposentadoria não sofrerá qualquer mudança, seguindo as atuais regras de quando aderiu ao benefício. Apenas quem completar os requisitos mínimos da nova regra quando a reforma valer é que não será beneficiado pelo sistema ainda em vigor.

Aprenda Mais Sobre A Reforma Da Previdência!

A esperança é que a reforma da previdência, que até o momento ainda não foi votada, seja revista e que deixe tudo o mais acessível, simples e que ofereça o menor prejuízo possível a todos. Para entender melhor como funciona essas novas regras, curso online de Carteira de Trabalho e Previdência Social ajudará profissionais do ramo e pessoas que queiram ter uma aposentadoria mais tranquila e saber como se preparar para ela.

Veja como montar uma clínica médica sem complicações

Quem sonha em ter o próprio negócio, mas pretende abrir um estabelecimento cuja demanda pelo produto ou serviço será praticamente garantida deve sempre considerar uma clínica médica. Afinal, com ou sem crise, todos ficam doentes e precisam de atenção profissional, fazendo com que o fluxo de pacientes seja constante. Da mesma forma, é possível investir em um estabelecimento especializado, como uma clínica de exame admissional.

Isso, contudo, não significa que esse projeto possa ser realizado de forma caótica. Na verdade, é justamente o contrário: como todo e qualquer erro realizado por um estabelecimento de saúde pode ser literalmente fatal. É essencial que sua infraestrutura seja adequada às atividades ali desenvolvidas.

 

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas para abrir a sua clínica sem maiores problemas:

 

1.  Invista em objetos de aço inox

Ao contrário do que boa parte das pessoas pensa, os metais não são todos iguais. Na realidade, cada liga tem suas particularidades, o que, por sua vez, as torna adequadas para o uso em determinados contextos, mas totalmente inapropriadas para outros.

 

No caso de estabelecimentos de saúde, de modo geral, o material mais indicado é o aço inox. O motivo por trás disso são suas características mais marcantes, tais como:

  • Alta resistência;
  • Superfície brilhante, permitindo a identificação rápida da sujeira;
  • Vida útil prolongada;
  • Poucas ranhuras, o que dificulta o acúmulo de bactérias.

 

Por conta disso, apesar de essa liga metálica poder ser usada para confeccionar praticamente qualquer móvel, recomenda-se que ela seja usada especialmente para fabricar peças, como um armário de inox, onde os instrumentos usados em procedimentos médicos ficam guardados. Como esse metal dificulta a proliferação de bactérias, as chances de contaminação são muito menores. Já no caso de outros armários, como aqueles que abrigam os arquivos e fichas de pacientes, nada impede que ele seja feito com outras matérias-primas, como a madeira.

 

2.  Prefira acabamentos em cores claras

Abrir uma clínica médica é uma das melhores opções para quem quer empreender com uma taxa de risco mais baixa, mas mesmo assim, isso não significa que um estabelecimento do tipo não deva fazer com que seus clientes (ou melhor, pacientes) fiquem satisfeitos com os serviços prestados. Parte disso consiste em criar um ambiente que seja, ao mesmo tempo, aconchegante (afinal, ninguém visita uma clínica porque está se sentindo bem), que facilite a higienização e que crie uma atmosfera profissional no local.

 

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é investir em revestimentos que, apesar de modernos, sejam em tons claros e neutros. Uma das opções existentes para tal é o revestimento cimenticio 3D: como o seu próprio nome diz, ele dá a impressão de ter três dimensões, por mais que tenha apenas duas. Mesmo que o modelo escolhido seja em tons claros, ele dará uma impressão de volume, que é interessante sob o ponto de vista decorativo, ajudando o ambiente a ser mais agradável. Assim, os pacientes ficam mais cômodos.

 

3.  Considere a terceirização dos serviços

Por mais que a principal função de uma clínica médica seja a prestação de cuidados nessa área, esse serviço depende de uma série de outras atividades de apoio. Elas costumam envolver setores como: segurança, recepção de pacientes e até mesmo a higienização do espaço.

 

Para ganhar eficiência e cortar custos, especialistas recomendam que tais serviços sejam terceirizados. Nesse caso, ao invés de contratar funcionários de forma direta, contrata-se uma empresa, que, por sua vez, fornece a mão-de-obra necessária ao seu funcionamento, e, em alguns casos, os insumos, como acontece com a terceirização de serviços de limpeza.

 

Contudo, para que todos esses benefícios se concretizem e a contratação do serviço não acabe trazendo dores de cabeça para os administradores do estabelecimento, é necessário que se tome alguns cuidados. O primeiro deles é garantir que a empresa parceira seja de confiança, para tal, o mais indicado é preferir aquelas com mais tempo de mercado. Também é interessante buscar a opinião de antigos clientes, de modo a conhecer seus pontos fortes e fracos.

 

Por fim, também é essencial levar em conta que, caso os profissionais enviados pela empresa não estejam munidos dos equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários para a execução de suas atividades e ocorra algum acidente, a clínica também será responsável. Esse, portanto, também é um aspecto que deve ser considerado no momento da contratação dos serviços.