Faculdade de jogos digitais: saiba tudo sobre o curso e o mercado

faculdade de jogos digitais

Qual gamer nunca sonhou em fazer faculdade de jogos digitais? Em princípio, praticamente todos, não é? Mas você sabe o que se estuda nesse curso? Do mesmo modo, o que faz um profissional depois de formado? Vamos te contar tudo agora.

Mas, por mais que não seja só diversão, a carreira de jogos digitais está em expansão. Desse modo, é uma boa oportunidade de mercado de trabalho. Então, se você se identifica com o curso, talvez valha a pena investir nele.

E não esqueça que da faculdade de jogos digitais Estácio, onde você tem várias opções de bolsas de estudo. Confira!

O que são jogos digitais

Primeiramente, jogos digitais nada mais são que jogos eletrônicos. São jogos que podem ser executados tanto em computadores, quanto em consoles de jogos ou dispositivos móveis.

Eles funcionam como outros jogos mas possuem hardware e software como componentes essenciais.

Para trabalhar na área, vale a pena fazer uma faculdade de jogos digitais. Mas é fundamental que o estudante seja, antes de mais nada, um jogador. Dessa maneira, o desenvolvedor estará inserido no mundo de games, saberá quais histórias, desenhos e jogabilidades atenderão às expectativas do público.

Como é a faculdade de Jogos Digitais

É uma graduação, que pode ser não apenas bacharelado como também um curso de tecnologia. Esse segundo, com duração de cerca de dois anos e meio, totalmente voltado para o mercado de trabalho. Pode ser cursado tanto presencialmente quanto à distância.

Algumas disciplinas que são oferecidas pela faculdade de jogos digitais:

  • Arquitetura de computadores;
  • Banco de Dados;
  • Cenários, roteiros e personagens;
  • Desenho de ilustração e rendering;
  • Desenho e formatação de negócios digitais;
  • Desenvolvimento de jogos;
  • Desenvolvimento Web em: HTML, CSS, Javascript e PHP;
  • Design de jogos;
  • Design, emoção e comportamento;
  • Direito Cibernético;
  • Engenharia de Software;
  • Estética da imagem;
  • Experiências midiáticas sonoras;
  • Fundamentos de jogos;
  • Fundamentos de redes de computadores;
  • Gerência de projetos em Tecnologia da Informação;
  • Inteligência artificial;
  • Internet das coisas;
  • Introdução à computação e ao pensamento computacional;
  • Introdução à segurança da informação;
  • Manipulação de imagens digitais;
  • Marketing, convergência e conexão;
  • Mercado cultural, formatos de captação e parcerias;
  • Modelagem 3D;
  • Narrativas e Multimeios;
  • Paradigmas de linguagens de programação em Python;
  • Planejamento de carreira e sucesso profissional;
  • Planejamento de mídia e redes sociais;
  • Programação e animação;
  • Programação para dispositivos móveis em Android;
  • Tópicos em Libras: surdez e inclusão.

O que faz um profissional que fez faculdade de Jogos Digitais

O profissional que faz faculdade de jogos digitais pode trabalhar, primeiramente, em empresas de desenvolvimentos de jogos. Nessas empresas, podem desempenhar diversas funções, como elaborar roteiro dos jogos, projeto gráfico, programação, produção multimídia, assim como, criação de personagens.

Pode atuar em agências de publicidade, principalmente em setores que exijam criatividade. Trabalha em conjunto com equipes de marketing, atendimento e criação.

Na indústria cinematográfica também tem espaço para profissionais dessa área, já que inúmeros roteiros são convertidos em games.

Desenvolvimento de aplicativos para celular ou demais programas que utilizam o conceito de gamificação, bem como simulação, também são opções para quem faz faculdade de jogos digitais.

Uma outra de possibilidade de atuação de desenvolvedores de jogos, são jogos pedagógicos, voltados para o setor educacional como forma de aprendizado.

Ainda, pode atuar como autônomo, montando sua própria desenvolvedora. Além de atuar em canais de comunicação via web, produtoras de websites e veículos de comunicação.

Mercado de trabalho

O mercado de jogos cresceu no Brasil entre os anos de 2013 a 2018, segundo pesquisa realizada pela empresa Homo Ludens.

O número de estúdios desenvolvedores de jogos também cresceu. Foi de 142 para 375 no mesmo período, isso segundo dados do 2° Censo da Indústria Brasileira de Jogos Digitais. É um crescimento de 182% em relação ao primeiro censo, de 2014.

Houve crescimento de 107% no número de empresas formalizadas nesse mesmo período. Sendo Rio e São Paulo os centros desenvolvedores (42,4% do total). A região Sudeste é a que concentra a maior quantidade de empresas do setor de games digitais (52,9%).

Além disso, o mercado de games no Brasil deve crescer em torno de 5,3% até 2022. Isso, de acordo com a 19ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia, da PricewaterhouseCoopers (PwC). Essa pesquisa também conta com os jogos para celulares, tablets e notebooks. 

Em 2018, o faturamento do setor de jogos atingiu US$ 1,5 bilhão no país. Esse valor fez com que o Brasil se mantivesse na posição de líder latino-americano e 13º na classificação global.

O que isso tudo quer dizer? Que o mercado de jogos digitais está crescendo e, além de tudo, rendendo muito dinheiro. E, por conta disso, precisa de profissionais qualificados que só uma faculdade de jogos digitais pode proporcionar.

Inclusive, o Brasil já exporta jogos digitais para demais países. Dessa maneira, o mercado acaba valorizando ainda mais os profissionais capacitados para a execução dessas atividades.

E aí? Ficou animado para fazer a faculdade de jogos digitais? Não perca tempo e matricule-se agora! Depois conta pra gente o que você está achando.

Como fazer uma redação para vestibular? Saiba tudo aqui!

como fazer uma redação para vestibular

Considerada uma das mais importantes etapas da prova, é fundamental que você saiba como fazer uma redação para vestibular.

Inúmeras são as bolsas de estudo, descontos e até ingressos em instituições que dependem da nota da redação do Enem ou do vestibular. Tirar uma boa nota, não só é importante quanto é extremamente necessário.

Mas, você sabe que tem como estudar redação? Não é só pegar um papel e começar a escrever. São inúmeros métodos e macetes para que você possa arrasar na sua. Quer conhecer? Vamos falar sobre isso agora.

Como fazer uma redação para vestibular

De alguns anos para cá, os estudantes têm dado cada vez mais importância de como fazer uma redação para vestibular. Isso se reflete na quantidade de notas mil que as redações do Enem receberam no ano passado, em relação aos outros anos, desde 2014.

Além disso, a quantidade de redações com nota zero reduziu em dois terços, de 309.157 para 112.559. Entretanto, ainda são muitas as redações que recebem nota zero.

Sendo assim, para saber como fazer uma redação para vestibular você deve, primeiramente, ter domínio da língua portuguesa. Nada de gírias ou frases coloquiais.

Outro cuidado é não fugir do tema. Para isso você precisa saber muito bem interpretar o que foi pedido. Reflita sobre o que está sendo proposto, organize suas ideias e depois as coloque no papel.

Defenda seu ponto de vista. Argumente sobre o que você acredita. Lembrando que, para isso, você deve ter um bom repertório de conhecimento. Só assim seus argumentos serão sólidos.

Também é necessário saber propor uma intervenção ao problema proposto. Mas lembre-se, sempre levando em consideração os direitos humanos.

Tipos de redação

Dissertativo-argumentativo

Esse tipo de redação consiste em expor ao leitor um texto que possa convencê-lo de um fato ou ideia, sendo fundamental conhecer e dominar o conteúdo do texto.

Ele é dividido em três partes: introdução, desenvolvimento e conclusão. Para escrevê-lo, é preciso de uma organização das ideias em uma lógica.

Sendo assim, é indispensável saber sobre os acontecimentos da atualidade, já que esses são sempre pedidos nos vestibulares ou Enem. Para isso, você precisa ser artigos, resenhas, editoriais jornalísticos e dissertações.

Esse é o tipo de redação que é cobrado no Enem.

Dissertativo-explicativo

Assim, como no tipo anterior, você também precisa de domínio no assunto. Porém, é preciso também ter um bom vocabulário.

Durante o texto, você precisará explicar os fatos. Para isso, vai precisar ter uma boa capacidade de conceituação, comparação e descrição.

Alguns exemplos desse tipo de texto: trabalhos acadêmicos, matérias jornalísticas, palestras, seminários, entradas de enciclopédia.

Inclusive, acostume-se a ler esse tipo de material para saber como fazer uma redação para vestibular. Perceba e analise o tipo de narrativa e identifique diferenças entre os textos.

Narrativo

Mais uma das opções de tipos de redação, embora, mais complexa.

É um tipo de texto que costuma ter personagens, onde você descreve suas histórias em determinado tempo e espaço. Dessa forma, os conteúdo estão sempre relacionados e tem uma ordem lógica.

Alguns exemplos desse tipo de texto: conto, crônica, novela e romance.

Informativo

Tipo de texto de escrita rápida e sem aprofundamento que não existe um profundo grau de conhecimento sobre o assunto ou o tema abordado.

Tem como objetivo apenas informar. Dessa maneira, os fatos só entram no texto se tiverem alguma relação.

Como exemplo, temos: verbete de dicionário, entrevista e notícias jornalísticas.

Descritivo

É um tipo de texto que costuma apresentar fatos, objetos, lugares ou pessoas, todos de forma descrita

Alguns exemplos: diário, depoimento, biografia e currículo.

Injuntivo

É um tipo de texto que requer atenção, conhecimento e entendimento. Ele serve para orientar, persuadir ou instruir o leitor, normalmente com verbos imperativos.

Como exemplo: regulamentos, manuais de instrução, prescrição médica e propaganda.

Por mais que seja importante você conhecer todos esses tipos de texto para saber como fazer uma redação para vestibular, normalmente os textos dissertativos são os mais comuns nas provas.

Como estudar redação

Para você se preparar para como fazer uma redação para vestibular você pode seguir algumas dicas.

Primeiramente, assistir às notícias. É praticamente certo que a redação vai sair de algum fato muito importante que aconteceu durante o ano. Principalmente se for alguma polêmica!

Além disso, como já dissemos, ter conhecimento e informação é a base para qualquer argumentação que você possa ter.

Mas tome cuidado com o tipo de informação que você consome. Leia somente de locais confiáveis e, de preferência, de mais de uma vertente. É importante que você saiba o que está acontecendo além da sua “bolha”.

Escreva bastante. Mas, antes de escrever, reflita sobre o tema e organize suas ideias. Pratique com diferentes assuntos para aumentar seu repertório. E corrija seus textos! Você também pode cronometrar o tempo que você leva para escrever a redação.

Procure redações nota mil para se inspirar. Perceba a maneira com que a pessoa escreve e tire proveito de seus métodos.

Já sabe como fazer uma redação para vestibular?

E você, sabe escrever uma boa redação? Conta pra gente a sua nota e o que você fez para estudar!

Os 5 jogos de celular mais jogados no mundo

jogos de celular mais jogados

A evolução tecnológica dos aparelhos celulares é tão grande que nos dias atuais os smartphones são mais do que simples aparelhos que executam apenas uma função. Eles servem também para o entretenimento. Os jogos de celular mais jogados servem para percebermos que essa é mais uma vertente de entretenimento e também movimenta um grande número de downloads tanto na Apple Stores, quanto na Google Play.  

Afinal de contas, os jogos de celular podem ser grandes aliados na hora de espantar o tédio e se você tem o interesse em saber o que a galera está jogando, saiba que preparamos uma pequena lista para você matar a curiosidade e quem sabe até se tornar gamer de smartphone.

Embora a tecnologia permita uma maior sofisticação dos aplicativos, saiba que os jogos de celular estão presentes nos aparelhos desde os primeiros modelos. O que muda nos tempos atuais é que alguns deles exigem conexão com a internet tanto para serem baixados, quanto executados e para isso, é fundamental ter um  plano como o Tim controle, por exemplo, pois permite que você possa utilizar aplicativos sem descontar a internet. 

Quais são os jogos de celular mais jogados?

Os jogos de celular mais jogados são aqueles que têm maior popularidade nas lojas de aplicativos. Para saber mais, confira a lista a seguir:

1- Clash of Clans

Para quem gosta de jogos de estratégia, saiba que o Clash of Clans é muito popular no mundo todo e permite a interação entre milhares de jogadores ao redor do mundo. O jogo foi desenvolvido pela Supercell, desenvolvedora de games finlandesa, e está no ar desde 2012 tanto para a plataforma Android, quanto iOS.

Esse é um dos jogos de celular mais jogados e também um dos mais famosos do gênero de estratégia. Se você gosta de planejar e pensar, essa pode ser uma boa pedida para você se divertir nas horas vagas.

2- PLAYERUNKNOWN’S BATTLEGROUNDS

Esse é um jogo de ação multiplayer também conhecido pela sigla PUBG. Foi eleito o jogo mobile do ano em 2018 e também é considerado um dos mais competitivos pelo Google Play Awards 2018. Além de arrecadar prêmios, também agrada a muitos fãs do gênero battle royale e está disponível não apenas para os sistemas Android e iOS, mas também para PC, Playstation 4 e Xbox One. E uma das coisas que mais chama a atenção do PUBG é justamente a qualidade de um game da nova geração de consoles funcionar do mesmo modo na palma da mão. 

Além disso, o PUBG conta com diversos modos de jogo que agradam a todos os fãs de games de ação e tiro em primeira pessoa. Se você anda a procura de um game para espantar o tédio, esse certamente é uma boa pedida.

3- Candy Crush Saga

Esse é um dos jogos de celular mais jogados no mundo todo. Ele pertence ao gênero puzzle, está disponível para a plataforma iOs e Android e pode ser uma boa pedida para quem deseja exercitar o raciocínio lógico.

Esse jogo foi produzido e lançado pela King no ano de 2012 e ainda continua como um dos mais populares do gênero desde então. A sua popularidade se deve ao fato de instigar o jogador a ir cada vez mais além e completar os desafios que são propostos. Tudo isso acaba prendendo a atenção dos jogadores graças as cores e sons que cativam seus usuários.

Se você gosta de doces, cores vibrantes e de pensar rápido. Certamente, o Candy Crush Saga vai fazer você gastar boas horas do tempo livre no aplicativo.

4- Pokémon GO

O Pokémon Go foi baixado mais de um bilhão de vezes. Ele foi desenvolvido pela Niantic e Nintendo no ano de 2016 e foi também eleito como o melhor jogo do ano.

Ele é um jogo indicado para quem gosta de explorar e caminhar, o que pode ser um atrativo interessante para que os jogadores de video game saiam de casa e não fique sempre confinados. Portanto, é um jogo que envolve a realidade estimula os usuários a se tornarem mais ativos no mundo real. 

O jogo até hoje capta muitos jogadores e é um fenômeno global. Além disso, o Pokémon GO foi uma revolução no quesito de jogos para celular, pois ele utiliza recursos de geolocalização para tornar possível a caça de Pokémons pelo mapa. Se você procura uma maneira de jogar e explorar caminhadas, esse jogo pode ser uma boa opção para se divertir enquanto está se deslocando para algum lugar.

5- Call of Duty®: Mobile

Esse jogo faz parte da famosa franquia Call of Duty, que se tornou uma das mais populares em tiro em primeira pessoa, FPS (First Person Shooter). Essa é uma modalidade do jogo desenvolvida exclusivamente para dispositivos móveis como tablets e smartphones.

Além disso, ele chama a atenção pela qualidade gráfica dos consoles na palma da mão. Outro grande atrativo são as diversas modalidades de jogos que permitem que o usuário escolha a que mais gostar e que possibilita que os jogadores do mundo todo se juntem para jogar em modo Battle Royale, por exemplo. Se você gosta de ação e jogo de tiro em primeira pessoa, essa é uma excelente pedida para se divertir nas horas vagas.

Agora que você sabe quais são os jogos de celular mais jogados, certamente pode escolher algum da lista para passar o tempo e se divertir. Talvez até fazer amizades pelo mundo afora, pois alguns jogos permitem uma interação maior com jogadores através do mundo.

Como conferir o código do Banco Itaú?

O código banco Itaú é um código muito importante. Afinal, ele é o responsável por diferenciar uma instituição da outra. Pense nele como uma espécie de RG do banco. Assim, fica muito mais fácil de compreender a sua importância.

Hoje em dia, há diversas instituições bancárias. Não apenas 2 ou 3 como era antigamente. Desta forma, o código se tornou essencial na vida de quem está envolvido com diversos bancos e transações financeiras, como transferências bancárias.

Assim, devido a sua grande importância, é preciso sempre conferir se o número do código banco Itaú está correto. Somente desta maneira você terá mais segurança em efetuar os seus DOCs ou/e TEDs.

Que tal saber como conferir o código banco Itaú? É fácil e rápido!

Código banco Itaú: como conferir?

 De fato, para conferir o código banco Itaú a melhor pedida é verificar o código na internet e comparar com o que você tem em mãos. Mas, calma aí: quando é dito para verificar o código na internet, é preciso ter em mente que são em fontes confiáveis.

Ou seja, você precisa saber a confiabilidade de tal site antes de comparar o código. Muitas vezes, blogs amadores tentam fornecer informações que não coincidem com as reais. Por isso, é muito importante saber pesquisar. 

Veja a seguir os códigos exatos do banco Itaú!

Código banco Itaú: conheça os mais utilizados

Sem dúvida, o código banco Itaú mais famoso é o 341. Isso porque ele é o mais utilizado dentre os brasileiros. Porém, como o Itaú possui mais de uma instituição bancária, isso porque se trata do grupo Itaú Unibanco, há diversos códigos.

O código banco Itaú de número 341 pertence ao Banco Itaú Unibanco S.A. Já o Itaú Unibanco Holding S.A. leva o código de número 652. Esses dois, apesar de apresentarem quase a mesma nomenclatura, são bancos diferentes.

Também há o Banco Itaú BBA. S.A., que tem o código banco Itaú de número 184 e o Banco ItaúBank S.A. que apresenta o código 479. 

Agora você já sabe os dados necessários. Só conferir o seu código!

Dicas para ser mais organizado Com Seu dinheiro


Se você tiver problemas para chegar ao final do mê, se sua conta for executada muito rapidamente sem fundos, será bom aprender uma pequena organização econômica para poder passar o mês inteiro com dinheiro e sem preocupações. 

Mas ser organizado com dinheiro não implica em fazer um orçamento e ficar estritamente com ele, vai mais além. De como vamos explicar como ser mais organizado com dinheiro para equilibrar suas finanças.

1° Passo:

Todo mês temos que lidar com alguns pagamentos (eletricidade, água, telefone, comunidade de vizinhos, seguro de carro, etc.) para não ficarmos loucos com todas as contas, a primeira coisa a fazer é acertar todas as contas e pegar a segunda via em uma conta e pagá-los automaticamente no mesmo dia de cada mês. 

Dessa forma, garantiremos o pagamento pontual das faturas e economizaremos multas ou penalidades por atrasos.

2° Passo

Outro aspecto muito importante é ter as contas bancárias organizadas. Se tivermos contas em bancos diferentes, podemos tentar agrupá-los todos na mesma entidade, o que, por exemplo, nos economizará comissões ao transferir dinheiro de uma conta para outra. 

Nós também ganharemos tempo ao fazer arranjos. Se você tiver contas que não usa, feche-as. Você tem que pagar os custos de manutenção, então você vai salvá-los e você terá seu dinheiro muito mais organizado.

3° Passo

Se você deseja salvar, registre as despesas do dia-a-dia. No início de anotar todas as suas despesas, de ir para o pão para comprar a semana no supermercado, pode ser um pouco pesado, mas pouco a pouco você vai se acostumar com isso. Você também deve observar se você paga em dinheiro ou com um cartão.

4° Passo

Depois de algumas semanas anotando as despesas – um mês é um bom momento – você pode dividi-las em categorias. Uma pode ser as despesas da casa, outra a comida, o lazer, as roupas, as contas domésticas, etc. 

Dentro de cada categoria, você pode diferenciar entre pagamentos feitos em dinheiro e aqueles feitos com cartão de crédito. Mês a mês você pode comparar suas despesas em cada categoria e saber com o que você gasta mais.

5° Passo

Depois de analisar as despesas que você pode estudar, se você está mais interessado em usar o dinheiro ou cartões, saber quando eles vão alcançar os recibos mais importantes e ajustar outras despesas, como categoria de entretenimento, não desequilibrar suas contas. 

Pouco a pouco você vai descobrir o que você gasta mais, mas se você começar a planejar suas despesas, você será capaz de equilibrá-las e começar a economizar.

Vantagens de fazer uma previdência privada

Se você está planejando o futuro com uma aposentadoria, uma ótima opção é investir em uma previdência privada. Você irá fazer uma reserva financeira para complementar o seu benefício de INSS.

Os rendimentos da previdência privada são bem satisfatórios, com baixos custos de taxa de administração. Ela é uma excelente alternativa para você que deseja ter uma renda maior no futuro.

Além de vantajosa, a previdência privada tem características próprias, excelentes para te ajudar financeiramente.

Quais as vantagens da Previdência Privada?

Conheça cinco vantagens de fazer uma previdência privada:

1 – Sucessão Patrimonial

Embora sempre pensamos em fazer uma previdência privada para usufruir de seus benefícios, nunca se sabe o dia de amanhã. E, por isso, podemos não utilizar dessas vantagens.

Sendo assim, se acontecer alguma fatalidade, seus herdeiros diretos podem resgatar o capital investido sem muita burocracia e sem a necessidade de um inventário.

2 – Desconto no imposto de renda

Uma grande vantagem de investir na previdência privada é o desconto no imposto de renda. Para consultar os benefícios, é necessário ter a orientação do seu contador.

3 – Fácil investimento

Caso você tenha dificuldades em manter a sua poupança, investir em uma previdência privada é o ideal. Ao estabelecer o acordo, a quanti mensal será separada e você não se preocupa em fazer ou não um depósito. Afinal, o pagamento da parcela é um investimento para o seu futuro. Além disso, é possível alterar o valor que será pago ou, até mesmo, suspender esse investimento por um específico prazo. A data de pagamento pode ser de acordo com as suas condições.

4 – Opções variadas de resgate

Se você quer resgatar o valor total, terá uma série de opções para isso. As mais comuns são o integral ou parcelado. Na segunda opção, é possível estipular o valor, como se estivesse recebendo um salário complementar.

É importante ressaltar que esse valor será usado como você desejar. O dinheiro é seu, não sendo necessário ser gasto com algo específico. Pode ser para complementar a renda ou usar em algo emergencial.

5 – Rentabilidade

A renda da sua previdência privada será de acordo com o plano escolhido. Existem os mais vantajosos, que investem mais, e outros menores, para quem deseja pagar somente o necessário.

A previdência privada também tem uma forma de tributação diferenciada, sendo, na maioria das vezes, esse benefício que faz a total diferença na hora de resgatar o valor.

 

Conheça os Tipos de previdência privada

Você pode contratar os seguintes tipos de previdência privada:

  • Previdência individual: para você que está fazendo planos para a aposentadoria, é o plano ideal;
  • Previdência infantil: para você investir no futuro do seu filho ou de outra criança que você ama;
  • Previdência empresarial: para você que deseja investir no futuro dos seus funcionários e beneficiá-los com uma aposentadoria justa.

As vantagens de investir em uma previdência privada são inúmeras, não somente para você, mas ajudando a garantir um futuro melhor para a sua família também.

Planejar o futuro é uma forma de amor! Invista em você e em sua família!