Quando os dentinhos de leite começam a nascer?

Justo quando você pensava que tinha uma boa rotina e até mesmo alguma semelhança de uma boa noite de sono, um pequeno e ínfimo dentinho começa a sair debaixo da superfície das gengivas do seu bebê – desencadeando o tipo de desordem descomunal que faz até adultos chorarem (ou pelo menos algo próximo disso). E você não pode deixar de pensar que talvez seja por isso que os dentistas refere-se a dentes de leite como “em erupção”.

Quando o bebê começa a primeira dentição ele pode ficar irritado e chorão. Dormir é muitas vezes uma luta, mesmo que ele tenha dormido bem no passado. Infelizmente, é um processo que pode durar até um ano. 

Isso porque os primeiros dentes dos bebês geralmente começam a surgir por volta dos 4 a 6 meses de idade, mas essa fase também pode chegar até aos 12 meses.

Felizmente, existem opções para ajudar a aliviar a dor. Desde os remédios que podem ser comprados na farmácia até os remédios naturais, há muitas opções – e uma delas trará algum alívio para o bebê e o resto da família também. Mesmo que seja apenas por alguns minutos tranquilos.

Como identificar os sintomas do nascimento dos dentinhos

Bebês choram e por diversos motivos, então é muito importante estar atento aos sinais de que o bebê está realmente sofrendo com a erupção dos dentinhos de leite.

Obviamente, isso nem sempre é fácil, já que o choro do bebê pode significar muitas coisas, desde cólicas, fome, fralda suja até gengivas doloridas por conta do nascimento dos dentinhos de leite.

Mas há alguns sinais de que, quando em conjunto, podem apontar para a dentição. Esses sinais de dentição incluem:

  • Babar mais do que o habitual
  • Chupar ou mastigar as mãos
  • Gengivas inflamadas
  • Irritabilidade e desconforto
  • Perda de apetite
  • Distúrbios do sono
  • Uma febre baixa
  • Diarréia

Se você notar mais do que 4 sinais desses em conjunto fique atenta que tem dentinho vindo por aí.

Já se você notar que os dentes estão aparecendo sem nenhum sintoma de dentição, não se preocupe. Não há nada de errado com o bebê. Algumas poucas crianças, com mamães felizardas, simplesmente não têm sinais de desconforto e assim mesmo os dentinhos apontam e nascem normalmente.

Febre

Uma temperatura ligeiramente elevada está entre os principais sintomas iniciais, e os médicos não sabem ao certo por que isso acontece. No entanto, se a temperatura do bebê ultrapassar os 38 graus, ligue para o pediatra, especialmente se ela durar mais de um dia ou dois. Nesse caso, a febre provavelmente não se deve à dentição, mas a algo mais, como uma infecção no ouvido ou uma virose.

Remédios para dentição

A única coisa pior do que sofrer de dor de dente é ver o bebê sofrendo com isso – e isso pode fazer com que você corra até a drogaria para comprar todos os produtos de alívio que você puder encontrar. 

Mas a realidade é que nem tudo que é recomendado como remédio para os dentes é realmente bom para o bebê e é por isso que é importante entender como acalmar a gengiva com segurança. 

Remédios naturais para dentição

Remédios naturais de dentição (aqueles que não envolvem a ingestão de qualquer medicamento) devem ser o seu primeiro tratamento. Os bebês geralmente gostam de chupar as coisas quando os dentinhos estão nascendo, muitos desses melhores remédios para dentição são aqueles que o bebê pode mastigar:

  • Mordedores:Estes podem ser colocados na geladeira ou no freezer e retirados para o bebê quando ele precisar deles. Também existem outros tipos de mordedores feitos de borracha natural e que são excelentes para essa fase.
  • Colar de dentição: São a novidade do pedaço. Chamadas de jóias de dentição são pulseiras ou colares mordedores usados pelas mães e feitos de silicone para que o bebê possa morder enquanto está no colo de sua mamãe.
  • Colar de âmbar: Outro queridinho do momento é o colar de âmbar báltico. O âmbar é uma resina vegetal que se tornou fóssil há aproximadamente 50 milhões de anos, sendo encontrada principalmente na região dos Bálticos.  Tranquiliza e alivia os sintomas de desconforto; reduz os processos inflamatórios de gengiva, garganta e ouvidos; é um calmante natural e melhora o sistema imunológico, promovendo recuperação mais rápida de gripes e febres.
  • Um pano úmidoAssim como os brinquedos, coloque-os na geladeira ou no freezer e coloque na gengiva do bebê com cuidado.
  • Chupeta: Apesar de ser a vilã dos dentistas, bebês que já usam a chupeta podem se sentir calmos e aliviados quando estão com ela em uso.

O que fazer quando o nascimento dos dentinhos está afetando o sono do bebê

O nascimento da primeira dentição é um processo longo – dois a três anos – e a experiência varia de criança para criança. Alguns bebês são muito sensíveis, enquanto outros seguem dente após dente, sem qualquer evidência de dor e sofrimento.

Para um bebê sensível, normalmente o período de dentição mais doloroso dura de dois a três dias. Durante esse tempo, deixe o bebê mais confortável. Durante o dia, mordedores e o colar de âmbar são úteis e ajudam no processo. 

Para a noite, os especialistas em sono recomendam considerar a medicação.
Na maioria dos casos, bebês com mais de 6 meses podem tomar acetaminofeno ou ibuprofeno para dor e febre baixa que podem resultar da dentição. Fale com o seu pediatra para obter a dose certa e recomendada para o tamanho e peso do seu filho.

Se você decidir usar um analgésico, dê cerca de 15 minutos antes de dormir, então, se o bebê acordar à noite e se mostrar desconfortável, você pode lhe dar outra dose se pelo menos 6 a 8 horas se passaram desde a hora de dormir. 

Mantenha essas visitas noturnas o mais silenciosas e desinteressantes possíveis. E se o bebê ficar inconsolável à noite, faça o que for preciso para fazê-lo se sentir melhor. O bebê naturalmente voltará a sua rotina de sono depois que esse período de dentição intenso passar.

A dor deve diminuir em alguns dias. Mas, como sempre, confie nos seus instintos. Cada criança é diferente e você conhece melhor seu bebê do que qualquer outro profissional.

Deixe um comentário de como foi ou está sendo essa fase na sua casa e compartilhe esse artigo em suas redes sociais para ajudar outras mamães.

Sou Marília Tannuri Verni – Mãe de 2 meninos (Ian – 12 anos e Lorenzo – 5 anos), publicitária, idealizadora do portal Grávida em Campinas e proprietária da loja infantil on line Petit Papillon Bebê & Criança. Uma apaixonada pelo universo infantil e por todas as chances que a maternidade nos proporciona.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *