Veja como montar uma clínica médica sem complicações

Quem sonha em ter o próprio negócio, mas pretende abrir um estabelecimento cuja demanda pelo produto ou serviço será praticamente garantida deve sempre considerar uma clínica médica. Afinal, com ou sem crise, todos ficam doentes e precisam de atenção profissional, fazendo com que o fluxo de pacientes seja constante. Da mesma forma, é possível investir em um estabelecimento especializado, como uma clínica de exame admissional.

Isso, contudo, não significa que esse projeto possa ser realizado de forma caótica. Na verdade, é justamente o contrário: como todo e qualquer erro realizado por um estabelecimento de saúde pode ser literalmente fatal. É essencial que sua infraestrutura seja adequada às atividades ali desenvolvidas.

 

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas para abrir a sua clínica sem maiores problemas:

 

1.  Invista em objetos de aço inox

Ao contrário do que boa parte das pessoas pensa, os metais não são todos iguais. Na realidade, cada liga tem suas particularidades, o que, por sua vez, as torna adequadas para o uso em determinados contextos, mas totalmente inapropriadas para outros.

 

No caso de estabelecimentos de saúde, de modo geral, o material mais indicado é o aço inox. O motivo por trás disso são suas características mais marcantes, tais como:

  • Alta resistência;
  • Superfície brilhante, permitindo a identificação rápida da sujeira;
  • Vida útil prolongada;
  • Poucas ranhuras, o que dificulta o acúmulo de bactérias.

 

Por conta disso, apesar de essa liga metálica poder ser usada para confeccionar praticamente qualquer móvel, recomenda-se que ela seja usada especialmente para fabricar peças, como um armário de inox, onde os instrumentos usados em procedimentos médicos ficam guardados. Como esse metal dificulta a proliferação de bactérias, as chances de contaminação são muito menores. Já no caso de outros armários, como aqueles que abrigam os arquivos e fichas de pacientes, nada impede que ele seja feito com outras matérias-primas, como a madeira.

 

2.  Prefira acabamentos em cores claras

Abrir uma clínica médica é uma das melhores opções para quem quer empreender com uma taxa de risco mais baixa, mas mesmo assim, isso não significa que um estabelecimento do tipo não deva fazer com que seus clientes (ou melhor, pacientes) fiquem satisfeitos com os serviços prestados. Parte disso consiste em criar um ambiente que seja, ao mesmo tempo, aconchegante (afinal, ninguém visita uma clínica porque está se sentindo bem), que facilite a higienização e que crie uma atmosfera profissional no local.

 

Uma das melhores maneiras de se fazer isso é investir em revestimentos que, apesar de modernos, sejam em tons claros e neutros. Uma das opções existentes para tal é o revestimento cimenticio 3D: como o seu próprio nome diz, ele dá a impressão de ter três dimensões, por mais que tenha apenas duas. Mesmo que o modelo escolhido seja em tons claros, ele dará uma impressão de volume, que é interessante sob o ponto de vista decorativo, ajudando o ambiente a ser mais agradável. Assim, os pacientes ficam mais cômodos.

 

3.  Considere a terceirização dos serviços

Por mais que a principal função de uma clínica médica seja a prestação de cuidados nessa área, esse serviço depende de uma série de outras atividades de apoio. Elas costumam envolver setores como: segurança, recepção de pacientes e até mesmo a higienização do espaço.

 

Para ganhar eficiência e cortar custos, especialistas recomendam que tais serviços sejam terceirizados. Nesse caso, ao invés de contratar funcionários de forma direta, contrata-se uma empresa, que, por sua vez, fornece a mão-de-obra necessária ao seu funcionamento, e, em alguns casos, os insumos, como acontece com a terceirização de serviços de limpeza.

 

Contudo, para que todos esses benefícios se concretizem e a contratação do serviço não acabe trazendo dores de cabeça para os administradores do estabelecimento, é necessário que se tome alguns cuidados. O primeiro deles é garantir que a empresa parceira seja de confiança, para tal, o mais indicado é preferir aquelas com mais tempo de mercado. Também é interessante buscar a opinião de antigos clientes, de modo a conhecer seus pontos fortes e fracos.

 

Por fim, também é essencial levar em conta que, caso os profissionais enviados pela empresa não estejam munidos dos equipamentos de proteção individual (EPIs) necessários para a execução de suas atividades e ocorra algum acidente, a clínica também será responsável. Esse, portanto, também é um aspecto que deve ser considerado no momento da contratação dos serviços.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *